Dicas Fitness05/12/2017 (0)

Cinco dicas para recuperar a forma pós-parto

A maternidade é uma alegria na vida de toda mulher. No entanto, acompanhada da felicidade vem a insegurança causada pelos quilos a mais ganhos durante a gestação. A mudança no corpo  é natural e é muito saudável aceitar nosso biotipo, mesmo com as marcas do tempo e de acontecimentos tão importantes. Porém, com a ajuda de alguns métodos, como a cinta modeladora pós-parto, a mulher passa a se sentir mais confiante com sua própria aparência, e até com uma melhor disposição para a nova fase que está se iniciando. Confira algumas dicas importantes:

1 – Amamentação

Existem muitas mulheres que não conseguem amamentar por questões fisiológicas. Mas se você consegue, saiba que a amamentação é uma das melhores maneiras de perder peso após o parto. Mais de 700 calorias são queimadas em uma hora de amamentação. É um ato de amor pelo seu filho e também ao seu corpo. Além disso, a amamentação incentiva a liberação da ocitocina, que naturalmente é conhecido como o hormônio do amor, e ótimo estimulante na contração do útero. Ou seja, a natureza está ao seu lado: amamentar emagrece.

Porém, além de alimentar o filho, é necessário que a mãe tenha uma boa alimentação, e que seja saudável. Ao invés de muitas guloseimas, encha a sua geladeira com verduras, legumes e frutas. Itens saudáveis e naturais são sempre as melhores escolhas para a saúde e ajudam a manter a forma.

2 – Beba muita água

A hidratação é muito importante para as recém-mamães. O ideal é beber ao menos 3 litros de água por dia para a produção de leite. Além disso, a retenção de líquido é muito comum nas mulheres que acabaram de ter filho, principalmente se o parto for cesárea. Beber água ajuda a diminuir a retenção do líquido e, consequentemente, diminui o inchaço.

A água é importante para melhorar a circulação sanguínea e a irrigação do útero e da placenta; estabilizar a pressão arterial e eliminar toxinas que aumentam o risco das perigosas infecções urinárias.

Outra opção de hidratação neste período são os sucos naturais. O suco de limão ajuda com náuseas, a água de coco alivia enjoo e azia e o suco de laranja, ameixa e abacaxi combatem o intestino preso.  Alguns alimentos também são ricos em concentração de água e você deve abusar deles, como:  alface, tomate, melancia, couve-flor, melão, abacaxi, laranja, maçã e pera.

3 – Drenagem linfática

Muitos procedimentos estéticos podem ser realizados pelas mulheres após o parto para auxiliar na recuperação da forma. Porém, a drenagem linfática, em especial, é importante para reduzir também o excesso de líquidos retido no corpo. Existem locais que fazem drenagem linfática voltada especialmente para mulheres que acabaram de ter filho, focando principalmente na área abdominal.

4 – Cinta pós-parto

As cintas modeladoras pós-parto são diferentes das outras. Elas são indicadas para a mulher se sentir confiante e confortável, aliviar parte das dores nas costas e dores musculares e se recuperar de um parto cesariana. As cintas modeladoras normais podem não ser apropriadas para o pós-parto, pois têm uma função diferente de remodelagem do corpo.

A cinta modeladora pós-parto auxilia na recuperação da mulher; na diminuição do inchaço e oferece segurança para atos simples que são prejudicados neste período, como se mexer, tossir e dirigir,  principalmente depois de uma cesárea. Em alguns casos, quando a mulher opta por não usar a cinta, ocorre a formação de um seroma na região da barriga. Ou seja, o acúmulo de líquido por conta da cesária.

Mas, quando usar e até quanto tempo usar a cinta pós-parto?

As cintas modeladoras pós-parto destinam-se a uso de curto prazo, normalmente até 3 meses, e não devem causar alterações no corpo da mulher. Elas já podem ser usadas logo após o nascimento do bebê durante o dia e à noite. Não é recomendada para práticas de exercícios físicos, pois pode dificultar os movimentos dos músculos abdominais e perturbar o fluxo sanguíneo.

Quais os benefícios de usar a cinta pós-parto?

Ajuda na recuperação: depois que a mulher dá à luz, sua barriga está vazia e demora um pouco para os músculos abdominais recuperarem a força e voltarem ao tamanho normal. Se você fez cesariana, a cinta pós-parto é muito importante  na recuperação.

Ajuda com postura e dor lombar:  a cinta pós-parto dar apoio aos músculos da região lombar e pélvica. Isso realmente ajuda se você sente dores lombares.

Ajuda com confiança e autoestima: a cinta pós-parto ajuda a deixar sua barriga em posição normal. Dessa forma, você poderá usar suas roupas pré-gravidez sem se sentir constrangida. Isso ajuda muito porque você já não se sente “grávida para sempre”.

Ajuda com conforto:  você pode pensar que usar uma cinta ao redor da barriga é desconfortável. Mas, com uma boa cinta, ocorrerá o contrário. Você não sente mais seus órgãos se movendo no espaço extra e pode sentar na cama sem usar os braços.

5 – Mexa-se!

Não importa se é no pré ou no pós-parto, atividade física sempre é o melhor jeito de manter a forma. Assim que for liberada, pratique exercícios físicos para não somente recuperar a forma, mas também para ter bastante energia e acompanhar o pique do seu bebê. Os exercícios físicos pós-parto ajudam a emagrecer e a melhorar a postura. Porém esteja atenta e procure sempre seu obstetra que auxiliará no momento exato para começar a desenvolver esses exercícios, já que tem o risco da reabertura dos pontos da cesária ou da episiotomia.

Os exercícios na água, como a natação e hidroginástica só devem ser iniciados após 3 meses do parto, pois a água pode causar alguma infecção no útero.

Siga essas dicas e aproveite a melhor fase da sua vida com o seu filho na sua melhor forma!

Leia também: Diástase abdominal: saiba como reverter esse quadro

 





Envie um Comentário








ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Fique por dentro de todas as novidades